Laboratórios

LABORATÓRIOS UFC: São 5 (cinco) os laboratórios do departamento de Ciências Sociais vinculados ao PPGA UFC-UNILAB, capazes de congregar alunos, professores e projetos de pesquisa de ambas as universidades. São eles:

  • O Laboratório de Estudos da Cidade (LEC), criado em dezembro de 2002, de caráter interdisciplinar e interinstitucional, busca produzir e divulgar o conhecimento sobre a cidade e as políticas urbanas.
  • O Laboratório de Estudos da Oralidade (LEO) – criado em 2001, incentiva a etnografia e a coleta de memórias e narrativas autobiográficas, registros audiovisuais em mídia digital, histórias de vida, narrativas, práticas, rituais e performances.
  • Grupo de Estudos e Pesquisa Étnicas (GEPE): criado em 2005, visa fortalecer e dar visibilidade a presença de grupos etnicamente diferenciados do Ceará, bem como os estudos e pesquisas referentes a essas populações.
  • O Laboratório de Antropologia e Imagem (LAI/UFC) tem o objetivo de desenvolver estudos sobre a imagem como linguagem de expressão do conhecimento antropológico.
  • Laboratório de Estudos da Violência (LEV), criado em 1994, tem como meta desenvolver e congregar estudos e pesquisas sobre a temática da violência.

LABORATÓRIOS UNILAB: como uma instituição jovem, a UNILAB ainda está no processo do desenvolvimento de seus laboratórios. Para compor a proposta de Mestrado, os professores do IH que trabalham na área de Antropologia estão envolvidos na criação de Grupos e Núcleos de pesquisa em colaboração com a UFC, com reflexão sobre a diferença, a desigualdade e os novos caminhos epistemológicos possíveis, em especial em um diálogo sul-sul. Já se encontram consolidados:

  • O NPGS com objetivo de estudos das relações de gênero, sexualidades em interface com as relações étnico-raciais, no que tange à construção das subjetividades, das identidades, das memórias, das produções literárias, dos processos formativos, das práticas socioculturais e sociodiscursivas acerca das “feminilidades” e “masculinidades”.
  • O NEAAB, tem como objetivo central a produção de saberes, formação de professores e promoção de atividades no campo dos estudos africanos, afro-brasileiro e das relações étnico-raciais, tendo a educação, a tecnologia, e as áreas de humanas, linguagens, exatas e biológicas como marcos referenciais para promoção de pesquisa, extensão e ensino relacionados ao campo de estudos afro- brasileiros e africanos.
    É ainda relevante informar que o Instituto de Humanidades e Letras já possui, em funcionamento, o Centro de Línguas, um laboratório voltado ao ensino de idiomas estrangeiros aos estudantes da UNILAB. E que se pretende, em um segundo momento, construir um Laboratório da Diferença, Poder e Epistemologias no contexto da área de Antropologia.
  • Oritá – Espaços, Identidades e Memórias, com o objetivo de investigar processos e dinâmicas relacionados aos espaços, às identidades e às memórias.
  • Cidades e Dinâmicas Socioculturais, propõe a investigar as relações dos sujeitos sociais com o espaço urbano, abordar os processos de transformação das cidades e seus efeitos no cotidiano das pessoas e analisar políticas urbanas e as possíveis tensões e/ou conflitos entre a maneira de viver a/na cidade e os projetos de transformação deste espaço.
  • Cooperação Internacional e Tradições de conhecimento, agrega pesquisadores da UNILAB, UFRJ, UFF e UECE para examinar as continuidades e rupturas entre situações coloniais e pós-coloniais, voltada à análise de atividades exercidas sob as rubricas do desenvolvimento e da cooperação internacional, com foco nos debates sobre política, território e cultura.